ASPECTOS EPIDEMIOLÓGICOS E OCORRÊNCIA DE FIXAÇÃO DORSAL DE PATELA EM BOVINOS

28 de dezembro de 2018

Artigos

Descrição

A fixação dorsal de patela é uma síndrome observada em grandes animais, ocorrendo em bovinos, uni ou bilateralmente, em ambos os sexos e em diferentes idades e raças. O objetivo deste estudo foi avaliar a ocorrência de possíveis fatores de risco relacionados à enfermidade em bovinos submetidos a diferentes manejos. O estudo foi realizado em trinta fazendas de criação de bovinos entre janeiro de1998 a agosto de2002, em 41 animais enfermos. Usou-se um questionário constando dados como: resenha, estágio de lactação, de prenhez e grau de parentesco entre os animais, topografia e tipo de solo. Estabeleceram-se escores corporais correlacionando o estado físico e diferentes situações dos animais. Encontraram-se 56% de animais mestiços na faixa etária entre cinco e nove anos com a enfermidade, com maior ocorrência em fêmeas entre dois e três anos e em touros na estação reprodutiva. A enfermidade era mais evidente em animais com escore corporal baixo, em lactação, prenhes e durante a seca. Casos de recuperação espontânea ocorreram no período chuvoso. Observaram-se 76,6% de animais afetados em pastagens de cerrado e 23,4% em pastagens de solo com maior fertilidade. Os índices encontrados sugerem que vários fatores de risco podem contribuir ou estar associados no desencadeamento da fixação dorsal de patela em bovinos.

Acesse o artigo clicando aqui