Editora: Kelps
Autor(es): Luiz Antonio Franco da Silva, Maria Clorinda Soares Fioravanti, Francisco de Carvalho Dias Filho, Duvaldo Eurides

Sem estoque no momento!

Prefácio

Este trabalho objetiva abordar aspectos relevantes ao tema proposto, mas em momento algum tem o intuito de exaurir o seu conteúdo, chamando atenção sobretudo a uma questão de suma importância: a conduta, usualmente adotada por grande parte dos criadores, quanto ao manejo dos bovinos, particularmente dos bezerros e que necessita ser reavaliada urgentemente e, muitas vezes, modificada. Trata-se, portanto, de um trabalho direto e objetivo, cuja elaboração partiu de um desejo de contribuir, ainda que de forma simples, para o desenvolvimento da pecuária, enfocando aspectos essenciais dentro do assunto.

Ao convivermos com a realidade do meio rural, torno-se clara a existência de problemas referentes à criação de bovinos, em especial de bezerros, embora sendo de extrema importância e demandar maiores atenções aliadas a uma série de medidas adequadas de manejo, nem sempre recebe a atenção devida, seja por desconhecimento ou mesmo pela ilusão de um lucro rápido e aparente, baseado na contenção de despesas.

Nas diferentes fases, mas principalmente nos primeiros dias de vida, quando de um ambiente seguro e protegido, o bezerro passa a conviver em um novo meio, que mesmo sob as melhores condições, lhe é hostil, é necessária a adoção de inúmeros cuidados, que preservem sua saúde e assegurem condições adequadas para seu desenvolvimento. O índice relativamente alto de mortalidade de bezerros, bem como elevadas perdas diretas e indiretas detectadas nas explorações, indicam a necessidade de mudanças na condução, visando a eliminar ou minimizar perdas, muitas vezes desnecessárias ou facilmente contornáveis.

Assim, procuramos abordar temas relacionados com a sanidade dos bezerros, desde cuidados com sua concepção e seu nascimento, passando pela importância do colostro e cura adequada do umbigo, a principais afecções e sua profilaxia, finalizando com relatos de experiências de campo, objetivando dar um enfoque amplo e prático, que privilegie a importância da prevenção e aponte para adequação de análises de custo/benefício no planejamento e desenvolvimento da atividade. O presente material é o resultado conjunto de alguns anos de prática veterinária e contato com a realidade do campo, as suas necessidades e expectativas.

Considerando a complexidade do tema proposto, esperamos com este trabalho contribuir, de uma maneira satisfatória, em especial com os estudantes de veterinária e técnicos que trabalham no campo, a quem é particularmente destinado.